Exames

Clareamento vulvar

Muitas mulheres, por alterações hormonais ou mesmo por atrito, têm manchas
escuras na região genital.
Utilizamos como tratamento o laser que clareia a pele e estimula
colágeno da região, também proporcionando enrijecimento da região vulvar.

Indicado para ressecamento vaginal, atrofia vaginal, incontinência urinária, flacidez e escurecimento íntimo.

Não pode ser feito no período menstrual. Não há restrição de atividade sexual e nenhum outro tipo de restrição ou afastamento das atividades do dia a dia. Demais contraindicações estão ligadas diretamente a cada tipo de tratamento e à paciente, por isso devem ser avaliadas pelo dermatologista.

 

Preenchimento de lábios vaginais com ácido hialurônico

O preenchimento é não invasivo, feito com ácido hialurônico, a fim de promover a reconstrução e o aumento dos grandes lábios, tratando a flacidez e deformidades consequentes tanto do envelhecimento natural quanto de alterações decorrentes de emagrecimento.

O ácido hialurônico existe naturalmente em nosso organismo, sendo um ativo hidratante, frequentemente utilizado em cosméticos. Ele pode ser aplicado, em consultório, por um dermatologista (com anestesia local ou anestésico tópico), utilizando agulhas finas ou cânulas, que levam o ácido até a área a ser preenchida.

Trata-se de uma das mais eficientes, seguras e modernas técnicas não invasivas contra os sinais do envelhecimento, justamente por se tratar de uma substância já produzida pelo corpo humano.

Ao realizar o preenchimento, acontece a reposição ou reforço do ácido hialurônico no organismo, que tem a capacidade de reter a água no tecido cutâneo, proporcionando maior hidratação e beleza da pele. O ativo sintético, idêntico ao produzido pelo corpo, promove a sustentação e aumento do volume, por manter a água e estimular a formação de colágeno.

O procedimento é bem tolerado, quase indolor, principalmente por causa do uso de anestésicos, e a paciente não precisa interromper suas atividades diárias. Basta uma aplicação, e os resultados variam de acordo com a paciente e seu estilo de vida (fumo, exposição ao sol), mas têm duração, em média, de 6 a 12 meses.

O preenchimento é contraindicado nos casos de infecção ativa de pele, gestação e amamentação. É de suma importância consultar o dermatologista para compreender se o preenchimento é recomendado, avaliando particularmente cada caso.

Nova Pelle
Entre em contato conosco