Especialidades

Câncer do colo do útero

O câncer do colo do útero ou câncer cervical é causado pela infecção persistente por tipos oncogênicos do papilomavírus humano (HPV). 

A doença pode ser detectada por meio do exame preventivo (Papanicolau) e é curável, na maioria dos casos. Por isso, é fundamental que se realize o exame periodicamente.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), é o terceiro tumor maligno mais frequente na população feminina e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil.

Quais são os fatores de risco para o câncer de colo do útero?

Início precoce da atividade sexual;

Múltiplos parceiros;

Tabagismo;

Uso prolongado de pílulas anticoncepcionais.

Diagnóstico do câncer de colo do útero

Além de avalição do histórico clínico da paciente e Papanicolau, podem ser realizados exames pélvicos, colposcopia e biópsia (para investigação de suspeitas levantadas no exame preventivo).

Por meio desses exames, é possível detectar o tumor em sua fase inicial, quando o tumor ainda não gera sintomas e tem 100% de chances de cura.

Os sinais da doença só aparecem em estágios mais avançados e podem abranger sangramento vaginal, corrimento e dor.

Como prevenir o câncer de colo do útero?

Para prevenir a doença, é importante reduzir o risco de contágio por HPV. O uso de preservativos evita parcialmente essa transmissão. Além disso, recomenda-se a vacinação contra o HPV para meninas de 9 a 14 anos, pessoas com HIV e transplantadas na faixa etária de 9 a 26 anos.

Outra orientação é a realização do exame periódico de Papanicolau por mulheres a partir dos 25 anos que iniciaram sua vida sexual.

Nova Pelle
Entre em contato conosco